🇮🇹 TUTTO È COMPIUTO 🇵🇹 TUDO ESTÁ CONSUMADO 🇬🇧 IT IS FINISHED



🇮🇹 TUTTO É COMPIUTO


“Tutto è compiuto” sono le ultime parole pronunciate da Gesù prima di morire. Ma non sono parole di desolazione o sconforto, tipo “tutto è finito, non c’è più niente da fare”, ma sono parole di soddisfazione per aver compiuto la sua missione sulla terra. Quindi “Tutto è compiuto” nel senso di “Tutto si è realizzato”, “Missione compiuta”.


Gesù sulla Croce pronuncia sette parole, le sue ultime, che rimangono come un testamento spirituale per ciascuno di noi.


La prima parola: “Dio mio, perché mi hai abbandonato?”. Anche queste non sono parole di disperazione ma sono l’inizio del salmo 21, il salmo del giusto sofferente esaudito da Dio. Quindi Gesù ci chiede di mantenere sempre la speranza in Dio che non abbandona mai i suoi figli.


La seconda parola: “Padre perdonali, perché non sanno quello che fanno”. Gesù ci insegna a perdonare sempre, fino a settanta volte sette. Quindi Gesù ci chiede di credere nel perdono dei peccati: saper perdonare e saper chiedere perdono.


La terza parola: “Sarai con me, in Paradiso”. Il ladro crocifisso accanto a Gesù gli dice con fede: “Ricordati di me Signore, quando sarai nel tuo Regno”. Questa è una testimonianza di fede nella risurrezione dei morti e nella vita dopo la morte. E Gesù gli promette il Paradiso: “Sarai con me, dunque in Paradiso”. Quindi Gesù ci chiede di credere nella risurrezione e nella vita eterna.


La quarta parola: “Donna ecco tuo figlio. Figlio ecco tua madre”. Con queste parole Gesù affida al discepolo amato la sua Chiesa rappresentata da Maria. Quindi Gesù ci chiede di credere la Chiesa, amarla, custodirla e difenderla, come Giovanni ha fatto con Maria.


La quinta parola: “Ho sete”, un grido di soccorso, di aiuto, per ricordarci sempre di tutti coloro che ancora oggi gridano aiuto: i più poveri, deboli, oppressi... Gesù continua a gridare ancora oggi “ho sete” attraverso i disperati della terra. Quindi Gesù ci chiede di mantenere sempre viva la carità.


La sesta parola: “Padre, nelle tue mani consegno il mio spirito”. Gesù si abbandona totalmente in Dio consegnandosi fiduciosamente nelle Sue mani. Quindi Gesù ci chiede di mantenere sempre la nostra fede in Dio fino alla fine.


Ecco allora in sintesi cosa ci chiede Gesù sulla croce: fede, speranza, carità, credere la Chiesa, il perdono dei peccati, la resurrezione dei morti e la vita del mondo che verrà. Amen. Tutto è compiuto.

🇵🇹 TUDO ESTÁ CONSUMADO


“Tudo está consumado” são as últimas palavras ditas por Jesus antes de morrer. Mas não são palavras de desolação ou desespero, como "acabou tudo, não há mais nada a fazer", mas são palavras de satisfação por ter cumprido a sua missão na terra. Portanto, “Tudo está consumado” no sentido de “Tudo foi realizado”, “Missão cumprida”.


Jesus na Cruz pronuncia sete palavras, suas últimas, que permanecem como um testamento espiritual para cada um de nós.


A primeira palavra: "Meu Deus, por que me abandonaste?". Também estas não são palavras de desespero, mas o início do Salmo 21, o Salmo do justo sofredor ouvido por Deus, por isso Jesus nos pede que mantenhamos sempre a nossa esperança em Deus que nunca abandona os seus filhos.


A segunda palavra: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que estão a fazer”. Jesus nos ensina a perdoar sempre, até setenta vezes sete. Por isso, Jesus nos pede que acreditemos no perdão dos pecados: saber perdoar e saber pedir perdão.


A terceira palavra: “Você estará comigo, no céu”. O ladrão crucificado ao lado de Jesus lhe diz com fé: "Lembra-te de mim, Senhor, quando estiveres no teu Reino". Este é um testemunho de fé na ressurreição dos mortos e na vida após a morte. E Jesus lhe promete o Paraíso: “Você estará comigo, portanto no Paraíso”. Então Jesus nos pede para acreditar na ressurreição e na vida eterna.


A quarta palavra: “Mulher, aqui está o teu filho. Filho, aqui está tua mãe ”. Com estas palavras, Jesus confia ao discípulo amado a sua Igreja representada por Maria. Portanto, Jesus nos pede para acreditar na Igreja, amá-la, guardá-la e defendê-la, como João fez com Maria.


A quinta palavra: «Tenho sede», um grito de socorro, de ajuda, para nos recordar sempre todos aqueles que ainda hoje clamam por socorro: os mais pobres, os mais fracos, os oprimidos ... Jesus continua a chorar ainda hoje «I estou com sede "através dos desesperados da terra. Por isso Jesus nos pede para manter sempre viva a caridade.


A sexta palavra: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”. Jesus se abandona totalmente em Deus confiando-se em suas mãos. Então Jesus nos pede para sempre manter nossa fé em Deus até o fim.


Aqui, então, em síntese, o que Jesus nos pede na cruz: fé, esperança, caridade, fé na Igreja, no perdão dos pecados, na ressurreição dos mortos e na vida no mundo vindouro. Amém. Tudo está feito.

🇬🇧 EVERYTHING IS DONE


“Everything is done” are the last words spoken by Jesus before he died. But they are not words of desolation or despair, such as "everything is over, there is nothing more to be done", but they are words of satisfaction for having fulfilled his mission on earth. Therefore “Everything is done” in the sense of “Everything has been accomplished”, “Mission accomplished”.


Jesus on the Cross pronounces seven words, his last, which remain as a spiritual testament for each of us.


The first word: "My God, why have you forsaken me?". These too are not words of despair but they are the beginning of Psalm 21, the Psalm of the just suffering man heard by God. So Jesus asks us to always keep our hope in God who never abandons his children.


The second word: "Father forgive them, for they do not know what they are doing". Jesus teaches us to forgive always, up to seventy times seven. So Jesus asks us to believe in the forgiveness of sins: knowing how to forgive and knowing how to ask for forgiveness.


The third word: “You will be with me, in Heaven”. The thief crucified next to Jesus tells him with faith: “Remember me Lord, when you are in your Kingdom”. This is a testimony of faith in the resurrection of the dead and in life after death. And Jesus promises him the Paradise: “You will be with me, therefore in Paradise”. So Jesus asks us to believe in the resurrection and in eternal life.


The fourth word: “Woman, here is your son. Son, here is your mother ”. With these words Jesus entrusts to the beloved disciple his Church represented by Mary. So Jesus asks us to believe the Church, love her, guard her and defend her, as John did with Mary.


The fifth word: "I am thirsty”, a cry for help, to always remind us of all those who still cry for help today: the poorest, weakest, oppressed ... Jesus continues to cry even today "I am thirsty" through the desperate of the earth. So Jesus asks us to always keep charity alive.


The sixth word: “Father, into your hands I commit my spirit”. Jesus abandons himself totally in God trusting himself in his hands. So Jesus asks us to always keep our faith in God to the end.


Here then in synthesis what Jesus asks of us on the cross: faith, hope, charity, believing the Church, the forgiveness of sins, the resurrection of the dead and the life of the world to come. Amen. Everything is done.

25 visualizzazioni0 commenti